Início » , , , » Discussão trabalhista chega à Polícia em Balbinos

Discussão trabalhista chega à Polícia em Balbinos

Pirajui por Obirosca Pirajuí em 15 de novembro de 2012 | 08:18:00

Clique aqui e veja as fotos dos vereadores.
Uma discussão trabalhista e até política entre a vereadora de Balbinos Elaine Pereira de Freitas (PMDB) e o ex-vereador Ailton Carlos Rigotto, o “Ito”, foi parar na Polícia. Tudo teria começado quando Elaine pediu na sessão do Legislativo do último dia 5, um esclarecimento sobre alguns dias abonados pela enfermeira padrão do município, Nayara Roberta Amadeu. A enfermeira é namorada do filho de Ito, Ailton Carlos Rigotto Júnior. As partes registraram boletim de ocorrência (BO).

A vereadora contou ao JC que, Rigotto, irmão do atual prefeito de Balbinos, José Márcio Rigotto, e seu filho, Ailton Carlos Rigotto Júnior, chegaram à Prefeitura Municipal na última quinta-feira dizendo que “mandavam no local”. Tudo isso porque ela teria pedido informações sobre faltas abonadas por Nayara em uma sessão da Câmara.

“O irmão do prefeito e o filho dele foram até a prefeitura, meu local de trabalho, e entraram na minha sala dizendo em voz alta ‘aqui quem manda é Rigotto’, porque eu pedi algumas informações sobre a namorada do Júnior, enfermeira padrão do município, na última sessão da Câmara Municipal, dia 5 de novembro”.

No sede do Legislativo, a vereadora explicou que estava recebendo denúncias da população contra a enfermeira padrão, que não estaria cumprindo totalmente sua jornada de trabalho para auxiliar Júnior, no trabalho que exerce no supermercado de seu pai. “Ela não presta serviço à comunidade. Na sessão eu pedi o horário e os plantões dela. São informações sobre o serviço”, criticou.

Elaine afirma que teve o local de trabalho “invadido”, foi desacatada e xingada. “Eu só pedi informação. Nunca acusei ela. Na quinta-feira (7 de novembro) ele se achou no direito de vir brigar, xingar, me desacatar e dizer que eu sou preta, suja e vagabunda. Tudo isso dentro da Prefeitura. Então fiz o boletim de ocorrência”.

Explicação
Em entrevista à reportagem do JC, Ito explicou que na última semana ele e a esposa foram viajar e o filho teria ficado sozinho no supermercado. “A namorada dele viu que ele ia ficar sozinho no supermercado e abonou um dia, dentro dos direitos dela, que são abonos ao ano, para ajudar o meu filho. Ela está dentro da lei. E na sessão da Câmara que aconteceu depois disso, ela criticou a Nayara dizendo se a enfermeira trabalhava no mercado ou no município”.

“Ito” esclareceu ainda que Nayara fez uma cópia do documento do dia abonado e encaminhou aos vereadores da cidade para esclarecer o fato. “A confusão nem foi comigo, mas acabei me envolvendo. O meu filho se sentiu ofendido e foi até lá falar com ela e eu fui junto. Chegando na Prefeitura, ele entrou primeiro e eu ouvi que ele foi educado. Ela gritou com ele, dizendo que ele tinha invadido o serviço dela e que iria chamar a polícia. Aí realmente houve um bate-boca, mas não houve agressão”.

Elaine e “Ito” registraram boletim de ocorrência sobre o caso.

Fonte: Bruna Dias - www.jcnet.com.br

2 comentários:

  1. alguem tem que botar esses rigoto no lugar deles. eles nao sao donos de balbinos. parabens elaine estou com tigo.

    ResponderExcluir